Buscar
  • Mente Saudável

Autoestima, o que é?

Por

Thaize Ribeiro do Nascimento - Psicóloga CRP 13/9606





A autoestima se origina das palavras do grego e latim, do grego “autós” “si mesmo” e do latim “aestimare” “valorizar, apreciar”. Buscando no dicionário é uma palavra de substantivo feminino com o significado de “aquele que se valoriza, tem satisfação em seu jeito de ser, através de seu pensar e de sua forma física, expressando confiança em suas ações e opiniões.


De acordo com os autores Vicenzo (et al. 2013), a auto estima também está ligada a fatores de saúde mental por influencia as questões efetivas, emocionais, sociais e psicológicas de cada pessoa. Refletindo de certa forma nas relações como um todo em que a pessoa está inserida, podendo promover benefícios em todos os aspectos da vida como bem-estar mental e na saúde como um todo.

Em uma família em que a criança recebe superproteção e apenas críticas ao ser solicitado a fazer alguma coisa poderá ter uma autoestima mais fragilizada sentindo muitas vezes incompetente e passa a duvidar de suas capacidades e habilidades. Diferente de uma criança que recebe o apoio da família e encorajamento promovendo sua autonomia onde sentirá confiança e segurança para fazer algo quando lhe for pedido.


De certa forma a auto estima está ligada a forma que o indivíduo se vê, a percepção que tem de si próprio se considerando um sujeito com suas habilidades e segurança ou inseguro e duvidando de si. E as relações familiares tem grande influência na formação desse sujeito. E assim a auto estima reflete o quanto o sujeito gosta de si mesmo.

Vicenzo et al. (2013) traz em seu texto que a pessoa pode se auto avaliar conforme os pensamentos introjetados durante o seu processo de desenvolvimento, por exemplo durante a adolescência, os exemplos em que essas pessoas tomam como base, tudo o que ela vai tomando para si, que nessa fase o sujeito já passa por grandes transformações emocionais, cognitivas e físicas que podem influenciar positivamente ou não na construção dessa autoestima.


A percepção trazida sobre si reflete em todas as ações e comportamento do sujeito. Sendo por exemplo manifestada em situações do dia a dia como: apresentações de trabalho, medo de um relacionamento sério. Em alguns casos podem ser percebidos sinais como: considera-se incapaz, dificuldade em dizer não, sentimento de culpa, não saber receber bem as críticas tomando sempre com uma verdade absoluta, não confiar em si mesmo, sentir-se sempre inseguro.


E a melhor forma de alcançar esse bem-estar consigo e a autoestima é se permitindo ser você mesma, sentir à vontade sendo você. Sendo assim a autoestima pode ser compreendida através de alguns pontos:


• Aceitação de si mesma – tem relação com a expectativa criada e o que pensa sobre si mesma.

• Respeitar a si mesma- é sabem impor limites e até mesmo dizer “não” quando necessário

• Ter empatia por si- é saber olhar para si com compaixão e merecedor de suas conquistas alcançadas com dedicação, saber olhar para própria história com o respeito e carinho.

• Ser autêntica- ser quem você é, evitando está se comparando com outros diferentes de você afim de ser aceita pelas pessoas. Seja apenas você mesma.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo